Chipre do Norte

IMG_6983

República Turca do Chipre do Norte

A Republica Turca do Chipre do Norte, ou simplesmente Chipre do Norte para os intimos, alem da burocracia pra entrar, nao tem o mesmo apelo turistico que o vizinho grego do sul, mas isso nao significa que seja um lugar menos interessante ou que nao mereça uma visita.

Antes de contar o que nòs vimos por là, vou fazer algumas consideraçoes de ordem pratica para quem tiver interesse em visitar o pais:

Documentos: como o Chipre turco nao faz parte da Uniao Europeia, è preciso ter o passaporte em maos para atravessar a Linha Verde. Eles vao carimbar um papel separado, pois nao podem carimbar o passaporte, que deverà ser mostrado na volta, para o carimbo de saida. Esse papel funciona tb como um tipo de “visto” que autoriza o turista a permanecer legalmente por 3 dias no pais e, caso se entre mais de uma vez no pais, os novos carimbos de entrada e saida vao no mesmo papel.

Checkpoints: a chamada Linha Verde é o “muro” que separa o Chipre do Sul do Chipre do Norte e existem apenas 5 lugares em toda a fronteira que podem ser atravessados legalmente: dois lugares em Nicosia, que sao atravessados a pè e 3 lugares no meio das estradas, para os carros: Pergamos, Stroviglia e Ayios Domethios. Qualquer outra estrada fora desses checkpoints oficiais vai estar fechada e com soldados armados atè os dentes e com cara de poucos amigos que impedirao a passagem.

República Turca de Chipre do Norte (Turco: Kuzão Kirby Türk Cumhuriyeti) é uma república no norte do Chipre cheia de turcos felizes.

Muito conhecido por sua história de paz, harmonia e hegemonia, com exceção dos pequenos conflitos como as lutas na pré-história, idade do ferro, domínio helênico, idade média ou as pequenas guerras do século XVIII, os combates de 1978, a guerra de 1912-1913, o combate de 1922, a guerra civil de 1933, o jihad de 1940-1944, as invasões espartanas da década de 50, as invasões gregas da década de 60, as invasões turcas da década de 70, o massacre de 1974-1975, as invasões de 1978, o Novembro de 1983, a matança de 1990 e a limpeza étnica de 2004.

Para os mais informados, todos sabem que a colonização do Chipresempre foi uma eterna treta entre gregos e turcos que encontraram aquela ilha na mesma época e sempre disputaram o Chipre como valiosa ilha para a prática de nudismo.

E assim, em 1960, após um campeonato mundial onanista de masturbação, os gregos venceram os turcos e ganharam o direito de controlar o Chipre. É claro que um pequeno grupo de turcos guerrilheiros não gostaram nada disso, e começaram a promover terrorismo roubando peças íntimas de mulheres gregas.

Até que em 1974, um exército da Turquia disfarçados de ativistas doGreenpeace e prostitutas num cruzeiro desembarcaram no Chipre do Norte, matam de surpresa todos Cavaleiros do Zodíaco que protegiam as fronteiras por ali, e assim criam a República Turca do Chipre do Norte.

Atualmente esta república é o orgulho turco da ilha por abrigar o Grande Túnel do Chipre do Norte, o maior do mundo, que liga a capital Rizokarpaso à civilização (Turquia).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s